O Portão 6B

Escala em Dubai. Foi onde tudo começou. Bem que eu queria dar um rolê pela city e ver com meus próprios olhos o que aqueles sheiks malucos são capazes de fazer com tanto dinheiro em um deserto. Bem, não rolou. O relógio marcava 23h. Fui direto ao galpão da Fly Emirates confirmar meu portão de embarque. Fui atendido por uma mulher de olhos puxados com aquele chapeuzinho árabe curioso das colaboradoras dessa companhia aérea.

630x355

B6. “Bi Sics”, ela me disse. Ela pegou minha passagem e completou o espaço vazio do portão de embarque escrevendo len-ta-men-te o número 6 e depois a letra B com uma péssima caligrafia. Observei tudo com atenção e por um instante achei que ela tinha escrito errado. Mas não, em seu idioma nativo, suponho que escreva da direta para a esquerda.

img_6261

Fiquei com vontade de puxar uma conversa rápida e esclarecer algumas curiosidades que me vieram a cabeça no momento, mas aquele 1% de insegurança de conferir onde era o meu portão de embarque me fez me despedir no ato, encucado, apesar de saber que passaria mais 5h esperando meu próximo vôo.

Passei pela revista, subi uma escada rolante e peguei 3 esteiras rolantes em um corredor infinito onde fiquei observando as pessoas passando com roupas árabes. 6B, digo, B6. Lá estava o portão. Foi onde eu sentei, coloquei meu violão na cadeira do lado e digeri essa idéia. Foi onde tudo começou.

O Cosmopolita

Anúncios

Um comentário em “O Portão 6B

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: