Como eu me tornei vegetariano na Índia

Choques culturais provocam choques de valores... E mudança de hábitos também! Talvez essa seja uma das coisas mais loucas de viajar. Isso mesmo. Durante minha estadia na Índia adotei o vegetarianismo (ou quase isso). Mas falando assim, parece que foi um processo rápido. Não foi. Vou explicar aqui passo-a-passo como me tornei um vegetariano: 1) Família... Continuar Lendo →

Anúncios

O papel em branco

(pegando um gancho no post anterior) Suponha que sou uma folha de papel em branco Eu escolhi morar em um país menos desenvolvido que o Brasil justamente para eu ter a oportunidade de me testar. E através disso, me esboçar, me reescrever, me amassar, desamassar e amassar de novo até o ponto que de tanto... Continuar Lendo →

Expandindo a bolha

Se definirmos "bolha" como um limite de informações com que cada um vive sua vida, cada um tem uma bolha, cada uma de um tamanho. Estamos sempre expandindo nossa bolha pessoal, nosso limite de informações. Estamos sempre adquirindo novas informações de diversas áreas de conhecimento, seja ele técnico, filosófico, espiritual, político, atualidades, hobbies... Etc. Ou seja,... Continuar Lendo →

Sentado da areia

Saiu a nova escalação e o time já está em campo. Agora somos aqui nesse apartamento eu, o cara da Indonésia, dois gaúchos, um egípcio, e, um chinês no sofá da sala. As pessoas se reciclam. O técnico já avisou que vai mexer no time outra vez no mês que vem. Tenho vivido com atenção.... Continuar Lendo →

Como é trabalhar de noite na Índia

"Hey, night shift tomorrow, ok?!" Foi o que meu superior me disse quando já estava saindo do trabalho naquela quinta às 21h. Ou seja, eu havia sido escalado para o turno noturno nos próximos dias úteis, já iria sacrificar a sexta a noite já que esse turno vai das 18h30 às 3h30 da madrugada. Isso acontece... Continuar Lendo →

A corrente foi passada

O projeto retratos: Depois de desenvolver essa idéia abaixo, foi que O Cosmopolita resolveu registrar algumas situações com pessoas aleatórias e ilustrar com um retrato: Quero sair por aí e olhar as pessoas sem julgar. Quero olhar no olho de cada um e enxergar nossas semelhanças, enxergar um semelhante. Olhar de igual pra igual. Olhar nos olhos e... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑